As Escalas

  Primórdios

  Aurora

  Monogram

  Revell

  J. Leynnwood

  << Voltar
Breve história da Revell

No início dos anos 40, Lou Glasser, um empreendedor californiado, fundou uma companhia de moldes injetados. Precision Specialties era contratada para fazer peças para terceiros. Nos anos 50, a Gowland & Dowland desenhou uma famosa linha de carros "Highway Pioneeers", uma linha com 34 carros em escala 1/16, que foi considerado o primeiro kit de auto produzido em massa. Glasser vendia os modelos por US$ 0,69 através da Woolworth Dime Stores e tinham uma boa saída. Glasser concluiu que a Revell deveria vender brinquedos, especialmente esses kits plásticos.

O primeiro model feito pela Revell foi o USS Missouri em 1953, primeiramente lanádo em uma caixa estreita:


Os primeiros três aviões seguiram-se rapidamente em caixas separadas. O O F-94C, F7U-1 e F9F-6 eram moldados sem trem de pouso e com um mínimo de linhas de painel e rebites. Os decais eram incluidos em moldes simples e pequenos, da cor do avião. As caixas tinhasm arte simples e com cores limitadas. Os kits seguiam uma numeração começada por H, seguida do número do kit e uma faixa de preço.

Esses três kits também foram lançados em uma série inicial e rara para presente "Três Avióes Americanos" mostrando os três na capa. Os kits eram lacrados em celofane transparente e tinham detalhes limitados e suportes únicos.

Revell rapidamente lancóu mais kits em caixas de duas partes com uma litogravura na tampa. Esses primeiros kits eram chamados de Pré-S e foram feitos em 1955. Eram chamados assim, pois vieram antes da propaganda de uso da cola "S" na caixa. Os três primeiros aviões tiveram moldes modificados para mostrar detalhes como rebites e trens de pouso. Mais kits foram lançados em seguida, incluindo o B-36, B-29, B-24, B-47, F-84, DC-7, D-558-2, S-55, SS United States, USS Sullivans, USS Los Angeles e outros. Todos os aviões tinham o famoso suporte "Base Global" A primeira base era uma peá única com braço e apoio. Essa base facilmente se quebrava e logo o braço foi redesenhado, tornando-se um conjunto com duas peças e um anel de metal.

Em 1955, o logotipo S foi introduzido. Esses kits tinham um oval vermelho sobre a lateral da caixa, sugerindo o uso a cola Revell-S. Isso durou até 1959 e é considerado a era dourada das box-arts da Revell para colecionadores. Numerosos moldes foram introduzidos, com o primeiro S-kit sendo a cena do Aeroporto do DC7.

O Último S-kit viria a ser o A3J Vigilante de 1959, embora alguns kits mantivessem o "S" até o final de 1961.

Os S-kits compreendiam, talvez, a mais extensa linha de modelos disponíveis; Aviões, barcos, carros, caminhões, tanques, pessoas, navios militares, transatlânticos, animais e muito mais enchiam os catálogos. Toda a produção era em caixas de duas partes e o código H com preço continuava. Muitos raros e memoráiveis kits foram lançados na série S, incluindo o motor Allison Turbo (motorizado e não) e o Chrysler Slant 6.

Os aviões Pré-S e S podem ser simples, mas os navios S ainda hoje são uma boa opção, fazendo-os altamente desejados atualmente. A extensa linha de veleiros, mercantes e militares tinham um alto grau de detalhes da superfície e muitas peças com fino acabamento. Alguns desses famosos incluiam o USS Eagle, Flying Cloud, USS Olympia e o transatlântico SS Brazil.

Nenhuma discussão sobre os Revell-S estaria completa sem mencionar os kits espaciais de 1959. Revell não mediu custos e chamou desenhistas aeroespaciais para criar uma série de misseis e foguetes "de um futuro próximo". Ellwyn E. Angle desenhou dois dos mais famosos: A Estação Espacial e a XSL-01. A nave lunar, o ônibus espacial da Convair (Krafft Ehricke), Helios, X-17, Corporal com lançador e muitos outros foram lançados nessas séries.

Esse foi o tempo dos famosos Gift-sets (conjuntos para presente). Muitos deles eram associados com programas de TV da época como Strategic Air Command, Air Power, Let's Take A Trip, Victory at Sea and Navy Log Guided Missile Fleet. Outros sets incluiam Admiral's Fleet, US Navel Academy, Merchant Fleet, Dawn Patrol, Supersonic Marines, Sky Squadron, Century Series e outros.

Revell entendia de marketing. Curtar moldes de aó para modelos era uma tarefa que custava tempo e muito cara, de longe, a parte mais cara da produção. Para dar mais vida ao molde, Revell escolher criar séries de modelos, de modelos já lançados. Assim, produtos eram mantidos na mente dos consumidores, sem a necessidade de novos custos ferramentais. Isso não significava que a Revell não lançava novos modelos; pelo contrário. Ela apenas extendia a vida útil do molde. Revell também lancóu muitos kits que não faziam parte de nenhuma série. Ao contrário da Aurora e Monogram, Revell foi a única a trabalhar com lucro marginal, pois era a maior produtora americana.

O fim da Série-S também foi o fim do suporte Globo. Muitos kits já náo vinham com nenhum stand. As novas séries de marketing foram introduzidas em 1960 embaladas como "Air Cadet". Isso foi seguido pelas séries "Kits da Capa". Em 1961, três foram lançadas, novamente, com moldes antigos: "Artistas Famosos", "Famosos Aviões" e "Airpower". A Série Artistas Famosos trazia pinturas de pintores renomados. Famosos Aviões trazia as mesmas pinturas, mas sem os nomes dos artistas. Muitos desses kits continham um selo/patch de colecionador do kit comprado e dois selos de troca, para os demais kits.

A Série "Air Power" manteve algumas artes da caixa e trocou outras. Os kits "Whip Fly" apareceram nessa época. Os kits vinham com um furo na asa e um peso no nariz para controlar o CG. O avião podia voar como um avião por cabo, mas sem motor. 1962 foi da série "Academy", seguida pelas "Jet Command" e "Warbirds", em 1964. "Pacific Raiders" veio em 1965 com os B-24J, B-25 e B-29. Em 1967, debutaram os "Três em Um", cada qual continha três aviões 1/72. Em 1967 "Jet Commando" e "Air Commando" foram relanádos, seguidos por "Strategic Air Power" e "Jet Horizon" em 1969. A se'ries de 1970s incluiam "Fighting Deuces", "Mini (1/144)", "Show-Off Model" (U-boat U-47, 747 e L-1011 com interiores), "Collectors Choice (3 opções de decais)", "WW2 Battle Scenes" e "Air Show Scenes". No final dos anos 70, Revell comecóu a encerrar, lentamente, o prefixo H, usando um código de 4 dígitos e sem faixas de preço.

Nos anos 80 e 90, Revell lançou as séries "Ases da II Guerra", "Esquadrão 144", "Famous History-Makers (1 e 2)" o que eram relançamentos de vários kits raros, como os moldes do Motor Visível de Avião e mísseis Mace e Nike Ajax. Eles foram seguidos pela coleção "Smithsonian Museum", "Premium Import", "Chuck Yeager Super Fighters", "Micro Fighters", "The Hunt for Red October", "Flight of the Intruder" e séries das caixas originais.

Em 1986 Odyssey Partners adquiriu a Revell. Monogram foi comprada pela Odyssey na mesma época e ocorreu uma troca de moldes. Monogram e Revell ainda eram vendidas com marcas separadas, mas a produção das duas fábricas ocorria na sede da Monogram em Morton Grove, IL. Hallmark Cards comprou andas as linhas de kit em 1994. Em 1991 Odyssey comprou os moldes da Matchbox de Lesney e muitos kits ex-matchbox foram lançados sob o selo Revell-Monogram. O nome Matchbox não foi mais usado. Em 1996 Maquire and Partners compraram as linhas Revell e Monogre no ano seguinte combinaram os nomes para fazer a Revell/Monogram. Esse nome continuou até 1999 quando foram novamente divididas. Alpha Interrnational comprou as duas linhas em 2001 e contniua a produzir kits sob os dois nomes. É esperado que a troca de moldes continue ainda.

N.T: Entre 2005 e 2007, por ocasaição dos 50 anos da marca, diversos kits da série S foram relançados. Esses kits vinham em embalagens com os desenhos originais, embora a qualidade de impressão tenha melhorado bastate.

Gostaria de agradecer a John Burns e numerosos colecionadores de kits. Sem eles, seria impossível compilar essas informações.

Texto: Alan Bussie


Eventos | Fórum | Eu Quero! | Mercado de Pulgas | Galeria
Variedades | Como Construir | Dicas | Ferramentas
Lojas no Brasil | Administrativo | Livros | Links

Melhor visualizado em resolução 1366 x 768
Eventos Agendados
Maio
S T Q Q S S D
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Junho
S T Q Q S S D
        1 23
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30