A quem se destina

  Árvores I

  Árvores II

  Árvores III

  Bases para Aviões I

  Bases para Aviões II

  Bases para Militaria

  Estruturas p/ Militaria

  Diorama de Selva

  Explosões

  Ferrugem

  Aeronaves em Voo

  Dicas de Fotos

  Relevos de Mar - I

  Relevos de Mar - II

  Dioramas Originais

  Em Andamento...

  Downloads

  Outros Sites

 <<Voltar
Palmeiras...

MATERIAS NECESSÁRIOS

  • Arame de 3-4mm de espessura
  • Arame de 0,6-0,8mm de espessura
  • Cordão de nylon ou algodão de 3mm de espessura
  • Fita adesiva
  • Tamiya Epoxy Putty ou similar
  • Cola do tipo cianoacrilato
  • Cola branca para madeira
  • Cerdas cortadas de pincel (ou corda de sisal)
  • Selante acrílico para interiores
  • Lâmina
  • Tesoura
  • Pincel nº10 ou maior
  • Papel sulfite
  • Tinta Tamiya XF-1 Flat Black
  • XF-3 Flat Yellow
  • Tinta Tamiya XF-52 Flat Earth
  • Tinta Tamiya XF-58 Olive Green
  • Tinta Tamiya XF-59 Desert Yellow
  • Tinta à óleo Ivory Black
  • Verniz Brilhante

DESCRIÇÃO

Num diorama que represente uma ação passada no Vietnam, nas ilhas do Pacífico, no norte de África, ou em qualquer costa mediterrânea (Grécia, Sul da Itália, Sicília, Malta, etc..), é quase obrigatória a inclusão de uma palmeira. No mercado nacional é muito difícil encontrar palmeiras na escala 1/35, logo, a solução é meter mãos à obra e criar as nossas próprias palmeiras, o que até dá muito mais satisfação do que comprá-las já feitas, e, ainda por cima, sai mais barato...
Existem centenas de espécies de palmeiras, e, para cada uma delas, existem várias formas de construi-la. Neste artigo é descrita apenas uma das formas de se construir uma palmeira que pode, e deve, ser alterada, por cada modelista, de modo a melhorar ou modificar o tipo de palmeira.
A palmeira que vai ser construída neste artigo representa uma espécie largamente difundida no Vietnam e nas ilhas do Pacífico, que normalmente atinge uma altura de 7 a 10 metros, o que corresponde, na escala 1/35, a cerca de 20 a 28cm.

1. Comece cortando um pedaço de arame de 3 ou 4 mm de espessura, com 20 a 28 cm de comprimento, conforme a dimensão que queira dar à palmeira. Dobre o arame com a forma que desejar dar à palmeira.

2. Enrole fita adesiva no arame, de forma a engrossar um pouco a espessura. A quantidade de fita vai determinar a grossura do tronco. Crie umas zonas mais grossas que outras, de forma a que o tronco não fique muito reto e uniforme. As zonas das extremidades do caule devem ficar um pouco mais grossas que o resto do tronco. Nas extremidades do arame deverão "sobrar" umas pontas com cerca de 1cm, que servirão para o manuseio do tronco, e também para espetar a palmeira na base quando for fazer a pintura.

3. Enrole o cordão de nylon (ou de algodão) em volta do tronco, unindo bem cada volta, de forma a evitar fendas. Aplique um pouco de cola cianoacrilato nas pontas para fixar o cordão. O cordão serve para aumentar a largura do tronco e para lhe dar a textura segmentada típica dos troncos desta espécie de palmeiras.

4. Aplique agora uma camada de selante acrílico, espalhando-a uniformemente por todo o tronco. Com o tronco posicionado de forma vertical, passe horizontalmente um pincel umedecido em água, de forma a amaciar e alisar a camada aplicada. Se necessário, repita este passo várias vezes, até que o cordão deixe de ser visível, mas sem ocultar o aspecto segmentado.

5. Dobre uma folha A4 de papel sulfite em forma de "sanfona", com tiras de cerca de 2 cm de largura. Recorte na "sanfona" uma 'meia elipse' ao longo da linha dobrada com cerca de 8 a 9 cm de comprimento. O resultado será várias folhas de forma elíptica que serão detalhadas no próximo passo.

6. Corte um pedaço de arame de 0,6 a 0,8mm de espessura para cada folha, com 1 cm a mais que o comprimento da folha. Cole arame no vinco da folha, usando cola cianoacrilato.

7. Dobre a folha, e com uma lâmina bem afiada, faça cortes paralelos, com cerca de 1mm de espaçamento entre eles. Os cortes devem ser inclinados um pouco para a frente, no sentido da ponta da folha.

8. Para dar às folhas um aspecto mais natural e menos uniforme, acenda uma vela e queime os bordos da folha. Para isso, aproxime o bordo da folha da chama e mal ela pegue fogo, apague de imediato com um sopro. Seja rápido, caso contrário acabará por ficar sem folha. Para terminar, dobre o arame, para dar uma curvatura mais natural à folha.

9. A quantidade de folhas para cada palmeira depende do modelista. Para a palmeira deste artigo foram utilizadas 10 folhas. Para fixar as folhas ao tronco, aplique uma bola de Tamiya Epoxy Putty (ou similar) no topo do tronco e, depois desta endurecer, espete os caules das folhas na bola, fixando com um pouco de cola cianoacrilato no caule. Opte por diferentes posições para cada folha, variando o ângulo e as curvaturas. Nesta fase convém arranjar uma base para manter as palmeiras na sua posição natural, para permitir uma melhor colocação das folhas e para que a palmeira não se danifique.

10. Para ocultar a bola de Tamiya Epoxy Putty onde foram espetadas as folhas, aplique uma leve camada de cola branca para madeira e salpique toda a bola com cerdas cortadas de pincel (ou corda de sisal cortada) com cerca de 5mm de comprimento. Aplique a cerda de pincel, tanto no topo do tronco como por baixo das folhas, de forma a ocultar a zona onde foram espetadas as folhas. Se quiser adicionar cocos, estes deverão ser colados por baixo das folhas, juntamente com as cerdas.

11. Terminado o processo de montagem, o processo de pintura começa com uma base de Tamiya XF-1 Flat Black bastante diluído em álcool etílico. A camada base deve ser aplicada de forma a cobrir toda a superfície da palmeira.

12. Começando pelo tronco, aplique uma leve camada de Tamiya XF-52 Flat Earth de forma a cobrir todo o tronco, incluindo o topo, mas tendo o cuidado de não clarear muito a cor. Em seguida, aplique algumas manchas de Tamiya XF-59 Desert Yellow sobre a camada anterior, mas não cobrindo todo o troco. Depois de bem seco, aplique uma lavagem com tinta óleo Ivory Black diluído em aguarrás. Para terminar, aplique uma tonalidade castanha clara com pincel seco para salientar a textura do tronco.

13. Depois de deixar a pintura do tronco secar por umas horas, enrole o tronco em guardanapos de papel, de forma a protegê-lo do processo de pintura das folhas. Comece por aplicar, por toda a superfície das folhas, uma camada de Tamiya XF-3 Flat Yellow. Esta camada deve ser muito leve, de forma a atingir apenas uma tonalidade esverdeada. De forma a escurecer um pouco a zona dos caules, aplique uma mistura 80/20 de Tamiya XF-58 Olive Green e XF-3 Flat Yellow ao longo de todos os caules das folhas. As folhas mortas, que foram propositadamente colocadas quase em posição vertical, receberam apenas uma camada de XF-52 Flat Earth.

14. Para terminar, aplique nas folhas uma leve camada de verniz brilhante, de forma a atingir um aspecto apenas semi brilhante. Retire a proteção do tronco e a palmeira está pronta para ser colocada num diorama.

Texto e fotos: Andr Brito


Eventos | Fórum | Eu Quero! | Mercado de Pulgas | Galeria
Variedades | Como Construir | Dicas | Ferramentas
Lojas no Brasil | Administrativo | Livros | Links

Melhor visualizado em resolução 1366 x 768
Eventos Agendados
Julho
S T Q Q S S D
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Agosto
S T Q Q S S D
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 1819
20 21 2223242526
27 28 29 30 31