Iniciantes

  Curtas

  Aplicando Decais

  Criando Decais

  Cuidados Posteriores

  Corel Draw

  Fechando Fendas

  Fotografando kits

  Fotografando kits II

  Fotografando kits III

  Fazendo o Wash

  Dry Brush

  Esticando Sprue

  Removendo Tinta

  Cera Líquida

 << Voltar
Dicas para iniciantes

Essas dicas poderiam muito bem estar no FAQ. No entanto, as perguntas são tão recorrentes (com algumas variações) que achei interessante compilá-las em um único artigo dedicado a todos os iniciantes do plastimodelismo. Muitas dessas dicas se baseiam em minha experiência pessoal, de modo que nem tudo vale para todos.

Ferramentas:
Ao visitar o ateliêr de um modelista experiente, você verá uma grande linha de ferramentas e materiais. Naturalmente, aquilo parecerá caro e inviável. Bom, você não precisa (nem deve) começar com todo esse material. A cada kit serão adquiridos materiais específicos e com o tempo você chegará lá. De início, o quê você vai precisar: pinça, estilete, lixas, cola, algum tipo de massa putty, pincéis e tintas. Alguns materiais desses você já deve ter em casa: cola branca, tesoura, régua, agulhas.

Quanto às ferramentas mais especializadas, uma dica é procurar em lojas de outros profissionais e não em lojas de modelismo, pois o preço é bem mais em conta; Lâminas, agulhas, bisturis, em lojas de material cirúrgico. Exploradores, pinças, JET (cola polimerizante) em lojas de material dentário. Além disso, há fornituras (material para ourives). Papelarias especializadas em material de artesanato e/ou arquitetura também têm uma vasta gama de materiais. Por fim, não deixe de visitar as lojas de 1,99, onde há muitas ferramentas simples e baratas. Mais informações sobre materiais, aqui.

Escolha do kit:
Muitos me perguntam qual o melhor kit para se comprar. Existem diversas marcas, algumas muito ruins e outras muito boas. Não adianta comprar o kit somente olhando ao preço e a marca ser muito ruim. Nesse caso, o iniciante pode achar que modelismo é muito difícil e acabar desistindo. Alguns kits são muito caros, mas são muito bem feitos, o que facilita o trabalho. No entanto, não deve-se escolher um kit caro e com muitas peças, pois será muito trabalhoso.

Outra dica importante: Se você gosta DAQUELE carro ou avião específico. Não o compre para ser o primeiro kit. Já vi muita gente que fez isso e se arrependeu. Compre um kit para testar e ir aprendendo. Somente quando tiver alguma experiência, tente montar o seu kit favorito. Evite também modelos que possuem acabamento final em prata ou metal (Mig-15, BMW Nasca, etc); Esse tipo de pintura revela muito os erros e dificilmente você conseguirá um bom acabamento com a mesma. Além disso, esse tipo de pintura só fica boa se for feita com aerógrafo.

Muitas pessoas querem fazer uma pequena coleção temática (aviões navais, FAB, carros do Senna, etc). Quanto a isso, nada contra, mas evite fazê-lo de começo ou mesmo tente forçar alguma categoria inicial. Monte kits de categorias e escalas diversas. Com o tempo, sua opção irá aparecer e você terá sua coleção bem definida. Experiência pessoal: Eu comecei montando modelos 1/32, mas as opções eram poucas. Passei para 1/72, tentando fazer coleções como Luft'46 e Marinha Americana, mas não adiantou forçar. Acabei, tempos depois, unindo os kits 1/32 (tamanho) com os 1/72 (variedade), montando bombardeiros nessa escala. Ficam no tamanho que me agradam e há opções suficientes. O interessante foi descobrir que isso já estava no sangue, náo precisei forçar.

Procure também variar as categorias. Eu gosto muito de carros, mas não consigo montá-los. O tempo gasto é cinco a dez vezes maior que um avião montado. Às vezes, a categoria que você mais gosta não é aquela que você monta melhor.

Montagem:
Antes de montar o kit, leia as instruções com cuidado. Procure identificar as partes citadas e as peças na grade (sprue). Nunca retire a peça dobrando-a da grade. Isso pode danificar as bordas. Use sempre estilete ou alicate e retire o restante com lixa. As peças costumam ficar com uma rebarba de plástico resultado da prensa dos moldes. Dependendo do fabricante, isso é mais ou menos evidente, mas todos devem ser tirados antes de montar. Pode-se usar um estilete (raspagem) ou lixa para removê-las.

Faça testes de encaixe com as peças e "brinque" com o kit. Isso ajuda a identificar as partes que poderão dar problemas futuros. Algumas partes podem ser ajustadas antes da cola, identificando os pontos problemáticos e lixando/cortando/ajustando até que fique bom. Outras peças precisarão ser coladas "erradas" e corrigidas posteriormente com lixa ou massa. É importante notar que a ordem das instruções não necessariamente implica em montagem adequada do kit. Algumas partes podem ser ajustadas se forem montadas em determinada ordem, mas difíceis se forem montadas na ordem sugerida. Por isso, repito, é bom conhecer as instruções e o kit.

Eu, pessoalmente, gosto de controlar as coisas da seguinte forma: toda a peça que está "pronta", ou seja, pintada e aplicada corretamente eu circulo o seu número nas instruções. Se aquela etapa está concluída, eu marco um X no número daquela etapa. Isso ajuda a visualizar as fases que ainda faltam e aquelas que já estão concluídas e ajuda a não esquecer nenhuma peça.

Algumas peças devem ser pintadas antes de montar e outras pintadas somente após tudo pronto. Na verdade, não há como separar claramente a etapa de montagem e de pintura, como é comum os fabricantes (e reviews) fazerem. Você deve montar o kit até o ponto de a pintura final ser possível e dai aplicar a pintura. Existirão peças que ficarão muito frágeis e correr o risco de quebrar: antenas, hélices, trens-de-pouso, escapamentos, retrovisores, canhóes, etc. Assim, essas peças deverão aguardar ainda mais um tempo e somente após pintado e decalcado, deverão ser coladas, finalizando o kit.

Seja sempre paciente. Evite fazer as coisas com pressa ou sem paciência. Esse tipo de comportamento acabe criando erros que são mais dificeis de corrigir. Aliás, não é incomum a hora em que tudo "dá errado". Pare e deixe o resto para amanhã. Nada pior do que tentar corrigir erros de cabeça quente.

Por falar em erro, não se desespere. Com muito tempo de modelismo, decobri que tudo pode ser resolvido, mas nem tudo "na hora". Se alguma peça se perdeu um estragou irremediavelmente, tenha calma e você conseguirá uma sobressalente. Não precisa comprar um kit novo no desespero e pagar ou triplo por uma peça. Se for um desses casos, deixe o kit descansar e comece outro. No fim, algum colega te arranja um decal, uma transparência ou exatamente a peça que você precisa.

Pesquisa:
Uma das qualidades do plastimodelismo é que ele não se restringe ao modelo em si. Você pode e deve pesquisar sobre o modelo que está montando. Você descobrirá um universo de curiosidades e fatos históricos que poucos conhecem; Que determinado helicóptero não usava tal peça, ou que aquele avião tinha uma peça a mais, pintura feitas às pressas, adaptações de campo, modificações conforme o país e época, etc. Hoje, com a internet, isso ficou bem mais fácil. Nos sistemas de busca, como o Google, coloque algo assim:

  • <tipo> <nome> pictures (ex: Aircraft F-14 pictures)
  • Pesquise também a história, que irá enriquecer ainda mais seu conhecimento e, consequentemente, o modelo:

  • <tipo> <nome> history (ex: Aircraft F-4 history)
  • Por fim, procure ainda, outras matérias de montagem do mesmo kit que o seu. Se for muito comum, tente:

  • <fabricante> <nome> <escala> model kit review (ex: Hasegawa F-14 1/48 model kit review)
  • Você pode pesquisar por Reviews menos específicas, omitindo o fabricante e a escala). Dependendo do modelo a ser montado, é possível achar livros específicos sobre aquele veículo, os quais podem ser comprados (e alguns baixados, em sites de livros digitais). Esses livros geralmente foram escritos por pessoas que usaram (ou íntimas de que os usou) esses veículos e fazem uma análise profunda da história, características e geralmente contém fotos que não estão disponíveis na internet.

    Dicas de Pintura:
    Duas perguntas que sempre me fazem são: Qual a melhor tinta para modelismo? e qual o melhor aerógrafo? Sobre as tintas, a melhor resposta que tenho (e não é minha) é "A melhor tinta é aquela a qual você melhor se adapta". Existem vários tipos de tinta: acrílicas, esmalte, duco, a óleo, etc. Todas elas possuem vantagens e desvantagens. Tintas duco são mais tóxicas e não podem ser usadas no pincél. Tintas esmalte são mais complicadas para polir e demoram mais para secar. Tintas acrílicas são difíceis de limpar. Algumas são muito caras, etc. Experimente vários tipos de tinta e diversos fabricantes. Logo você descobrirá as tintas mais fáceis de se trabalhar, equilibrando todos os pontos. Nunca deixe de testar novas possibilidades, a passo que não se deve deixar levar por dicas "furadas" de tintas. Conheço pessoas quem pintam excelentemente usando tintas Coralit e/ou Acrilex.

    Sempre respeite o tempo de secagem da tinta e evite testar com o "dedo" para saber se já está seco. Ambientes úmidos requerem mais tempo para secagem. É importante deixar as peças secando escondidas de elementos externos. Em geral, uma tampa de caixa serve como boa proteção contra poeira, humidade e até insetos.

    Veja mais:

    Quanto ao aerógrafo, primeiro um comentário muito pessoal: Monte os seus primeiros quatro ou cinco kits à mão. Isso vai ajudá-lo a pegar a "mão de modelista", aprender coisas como diluição, formas de pincelar, coisas que dão certo ou errado. Somente depois de alguns kits, compre um aerógrafo de ação simples (existem algumas opções a partir de R$ 50,00) e monte mais alguns kits. Somente depois procure um aerógrafo mais elaborado, o qual você trabalhará por muitos anos.

    Quanto a esse, procure saber não só onde comprá-lo, mas quem pode dar eventuais manutenções. Além disso, procure saber se existe alguma peça não metálica que em contato com solventes pode estragar. De preferência, compre um aerógrafo composto somente de peças metálicas. Quanto ao compressor, existem diversas opções. Em geral, soluções baseadas em motores de geladeira ou ar-condicionado (de 1/6 a 1/4 de HP) unidos com alguma forma de armazenamento (para equilizar o fluxo de ar) é suficiente. A pressão deve poder ser regulada entre 5 e 40 psi.

    Decais:
    Os decais são o desfecho do kit, quando ele está praticamente pronto. Assim, para evitar que o decal estrague, coloque ele, ao abrir o kit, em um plástico ou envelope. Alguns têm um filme protetor, mas ele não é grudado e pode soltar-se. Nesses casos, eu sugiro que as bordas sejam presas com durex, para evitar isso. Antes de começar a decalcar o kit, escolha a versão que vai montar. Geralmente o fabricante dá duas ou mais opções de versão. Um cuidado para quem está iniciando é justamente não encher o modelo com todos os decalques. Parece básico, mas muita gente faz isso.

    Antes de colocar o decal na água, corte-o. Dependendo dos decais, os mais antigos principalmente, há um filme em volta do decal que deve ser cortado. Isso é feito facilmente com um estilete fino e ajuda no resultado final. Ao aplicar os decais, primeiro descole-os em água morna. Decais maiores precisam ficar mais tempo ou podem trincar com facilidade. Para alinhar os decais, procure-se basear nas linhas do modelo. Elas servem de guias para alinhamento e distanciamento. Outros detalhes da aplicação de decais, podem ser vistos aqui.

    Cuidados Posteriores:
    Com o modelo pronto, coloque-o protegido de poeira, mãos alheias e principalmente da empregada. Provavelmente sobrarão algumas sobras de peças, decais. Não os jogue fora. Acredite, serão usados futuramente, em outros kits, para improvisar peças, etc. Outras dicas de cuidados posteriores, aqui.

    Texto:
    Apoio:

    Eventos | Fórum | Eu Quero! | Mercado de Pulgas | Galeria
    Variedades | Como Construir | Dicas | Ferramentas
    Lojas no Brasil | Administrativo | Livros | Links

    Melhor visualizado em resolução 1366 x 768
    Eventos Agendados
    Dezembro
    S T Q Q S S D
            1 23
    4 5 6 7 8 9 10
    11 12 13 14 15 16 17
    18 19 20 21 22 23 24
    25 26 27 28 29 30 31
                 

    Janeiro
    S T Q Q S S D
                1
    2 3 4 5 6 7 8
    9 10 11 12 13 14 15
    16 17 18 19 20 21 22
    23 24 25 26 27 28 29
    30 31