A quem se destina

  Escolhendo seu kit

  Antes de começar

  Montando a cabine

  Cockpit em 8 passos

  Os Canopies

  Fazendo Canopis

  Re-Scribbing

  Rebites

  Estais

  Metal Fatigado

  Shading

  Giz Pastel

  Wash

  Envelhecimento

  Em Andamento...

  Especiais

  Walk-Arounds

  Downloads

  Referências

  Sites de Aviões

  Outros Sites

 <<Voltar
Revell Martin B57B Canberra 1/72

IDÉIAS INICIAIS:

Faz um bom tempo que não monto 1:72... E detalhar modelos nessa escala não é fácil. Quanto menor, mais difícil. A maioria dos plastimodelistas usam PEs que realmente melhoram muito o aspecto desses modelos, mas não vai ser meu caso. Não é meu "estilo" usar PEs (mas por filosofia: quero mostrar que uma montagem pode ficar boa usando "sucatas" de materiais em substituição aos PEs).

Sempre é bom o plastimodelista estudar como vai tratar sua montagem. Avaliando a cabine dos pilotos chego à conclusão de que está "pobre" em detalhes e começam a "chover" idéias...


Nesta escala, normalmente o kit não apresenta um painel de instrumentos adequado. Quando vem, raríssimas vezes é bem detalhado e suficiente para uso. Faz-se necessário o trabalho scratch para que o mesmo fique "apresentável". Neste caso, para estes detalhes minúsculos, eu faço testes com "papel"...

Com o advento do computador e WEB, conseguir referências para o painel é moleza. Para minha surpresa, este aparelho tem muitas variantes de versões e seus painéis variam conforme o modo de uso...



De posse das fotos, crio os desenhos do que pretendo diretamente no CorelDraw¬©, adéquo à escala 1:72...


... E imprimo em papel comum usando algumas tonalidades para ver qual melhor apresenta entonação visual a olho nu...


Faço o trabalho de lixa retirando o desnecessário da peça plástica e recorto as peças de papel em chapa de alumínio.



Agora uma pintura simples no conjunto dos pilotos...



Recorto os gabaritos escolhidos pela tonalidade e começo a montar o conjunto "painel"...


Agora é improvisar um painel dianteiro. Começo cortando e colando uma pequena chapa de alumínio no local apropriado...


Lembrando que são testes...



Pinto o conjunto com preto fosco e colo as peças já decoradas com as matrizes teste de papel...


Finalmente unindo o conjunto...


Agora uma seqüência de fotos para vocês avaliarem como fica. Lembrando que não fechei nada ainda por se tratar de um teste...









Avaliando a empenagem vertical, vemos a fraqueza de detalhes que compunham os kits dos anos 70...


A ausência total de linhas delimitadoras do leme direcional me forçou a "mandar faca" nesta peça...


O mesmo acontece com a empenagem horizontal. Fracos detalhes do antigo modelo Revell...


Usando um estilete, separei as partes móveis da empenagem e após muita lixa, apliquei uma emenda usando lacre plástico de loja de departamento. Pequenos furos foram feitos na peça para trançar o fio plástico. A resistência desse tipo de material, aliado a sua flexibilidade, proporciona movimento à peça, possibilitando que se posicione o leme em qualquer direção (para cima ou para baixo)...




Agora o resultado: Empenagens com aspecto mais realista, se comparadas às propostas pelo kit.


Agora não é mais um teste! Efetuei as correções necessárias no desenho do cockpit incorporando agora os instrumentos reais do B-57B (painel original). Como comentei anteriormente, os testes com papel dão ao plastimodelista a noção de qual detalhe deverá ter "dimensão" e qual não terá. As paredes forradas são um exemplo. O papel fica legal, mas não há noção de profundidade, por isso, vou usar "cartela de comprimido"...


Você encontra uma variedade bem grande de texturas nestas cartelas. Nessa aqui a escala e desenhos atendem às necessidades...

Pinto a cartela na cor do interior (cinza) e selo com cera BF (na verdade eu uso a "Inglesa"). Depois aplico um wash com preto fosco...


Notem o interior do kit pintado com preto e cinza (em camadas distintas)... Isso ajuda na reflexão de luz ao ver o cockpit por cima e de lado...

Após recortar as peças em alumínio, recorto o "forro" e colo nos locais adequados...


Os instrumentos laterais e painel central são colados em chapa de alumínio à parte. Isso é necessário para dar a impressão "3D" quando vemos o conjunto pronto...


Finalmente, colo o conjunto todo, verificando alinhamento e detalhamentos baseados nas fotos do cockpit original...


Agora o resultado do conjunto pronto. Ainda não colei no lugar, pois para fechar a fuselagem ainda vão ser necessárias algumas "mudanças" na estrutura... Avaliem as fotos que seguem...



CONTINUA NA PRÓXIMA ETAPA...

Texto e Fotos:

Eventos | Fórum | Eu Quero! | Mercado de Pulgas | Galeria
Variedades | Como Construir | Dicas | Ferramentas
Lojas no Brasil | Administrativo | Livros | Links

Melhor visualizado em resolução 1366 x 768